04/10/2018

Boca de Lobo, novo clipe de Criolo

Esqueça o Criolo que mais pareceu um pregador messiânico no último show do cantor e compositor paulistano, Espiral de ilusão, baseado no disco em que o rapper caiu no samba com devoção aos bambas.

Criolo continua na roda de samba, fazendo show com Paulinho da Viola e a Velha Guarda da Portela estreado em São Paulo (SP) e programado para ser apresentado em 14 novembro no Rio de Janeiro (RJ).

Só que paralelamente volta ao rap com a gravação da música inédita Boca de lobo, composição formatada por Criolo em parceria com os produtores musicais Nave (programação e samples) e Daniel Ganjaman (synths e bass synth). Em Boca de Lobo, Criolo vocifera contra o que caracteriza como a "indústria da desgraça", jogando discurso ácido e indignado na cara do ouvinte.

Gravado em single via Oloko Records, com citação de versos de Câmara de ecos (1993) na voz do poeta Waly Salomão (1943 – 2003), o rap Boca de lobo gerou clipe igualmente explosivo, filmado com imagens incendiárias que mostram a fervura da chapa no centro da cidade de São Paulo (SP).

A gravação do clipe foi feita com figurantes de movimentos sociais da capital paulista, como a Ocupação 9 de Julho, e de moradores do Grajaú, bairro periférico onde Criolo cresceu.

No fim do clipe dirigido por Denis Cisma, efeitos especiais mostram o voo – sobre o céu de Brasília (DF) – dos animais da ilustração feita por Luciano Neves para ser exposta na capa do single com arte de Pedro Inoue.

Com Boca de lobo, Criolo mostra que ainda é cedo para dissociar o artista do rap compromissado com a realidade social do Brasil.

 

Fonte: G1 Mauro Ferreira