16/11/2018

Reedição de importante álbum de Hermeto Pascoal

Um dos álbuns mais cultuados de Hermeto Pascoal desde que foi lançado em 1979, tanto pela exuberância do som quanto pela inspiração do repertório autoral, Zabumbê-bum-á ganha reedição no formato original de LP, através da série Clássicos em vinil, neste mês de novembro de 2018.

Com exceção de Alexandre, Marcelo e Pablo, tema assinado pelo baterista e compositor Nenê, todas as demais oito músicas do disco são de autoria solitária de Hermeto. Entre os temas, há Pimenteira, Rede e Susto.

Além de ter composto e arranjado o repertório, e de ter orquestrado a produção do álbum, Hermeto toca piano, violão, percussão, flauta de bambu e saxofones tenor e soprano em Zabumbê-bum-á.

O título de evocação nordestina sinaliza o passeio por ritmos da região como baião, frevo e maracatu. Um passeio sem fronteiras geográficas feito em Zabumbê-bum-á com a liberdade que guia o músico e compositor nascido há 82 anos na cidade de Olho d'Água das Flores no interior de Alagoas.

Os toques de instrumentistas como Itiberê Zwarg (baixo) e Jovino Santos Neto (teclados, clavinete e percussão), além do citado Nenê (bateria, zabumba e percussão), contribuíram para o brilho de Zabumbê-bum-á, álbum que tem a curiosidade de ter sido gravado com as participações dos pais de Hermeto.

A mãe, Divina Eulália de Oliveira, improvisa em Santo Antônio. Já o pai de Hermeto, Pascoal José da Costa, improvisa palavras em São Jorge, mostrando que o filho albino teve a quem puxar com a habilidade de criar sons no calor do momento.

 

Fonte: G1 Mauro Ferreira