28/03/2019

King of Leon de volta ao Brasil

O Kings of Leon vem pela quinta vez ao Brasil, agora na turnê do disco "Walls", lançado em 2016. E quem os acompanha sabe que o quarteto atração do sábado (6) de Lollapalooza é um grupo dois em um.

Após dois discos com um rock mais cru, boas trilhas para comer sanduíche de costela de porco no Tennessee, a banda de Nashville se reaproximou do rock mais direto e mauricinho, aquela coisa meio Bon Jovi indie rocker.

Assim é o sétimo disco do Kings of Leon. Mas se eles repetirem os shows mais recentes, devem tocar poucas músicas do álbum mais recente. Find Me e Waste a Moment são as mais bem cotadas.

É o quarto e mais conhecido disco deles, "Only by the Night" (2008), o escolhido para dominar o setlist, com pelo menos cinco canções. Closer, Sex on fire e Use Somebody sempre são tocadas.

 

Como foram os shows anteriores no Brasil?

 

As três primeiras vindas do Kings of Leon ao Brasil foram em festivais que não existem mais.

Eles vieram pela primeira vez em 2005, no Tim Festival, abrindo para os Strokes. O show foi considerado apático por críticos e parte dos fãs. O repertório pareceu tocado sem vontade, mesmo com a força do então hit de pistas indies Molly's Chambers, carregada no sotaque sulista.

Em 2010, voltaram como atração principal do SWU. Pareciam estar em transição, ainda meio desconfortáveis com o sucesso de músicas como Use Somebody.

Mais leve e afiado, o Kings of Leon mostrou evolução no festival Planeta Terra de 2012 e no Circuito Banco do Brasil de 2014. A principal característica da banda em shows segue sendo a capacidade de reproduzir ao vivo os arranjos de estúdio.

É um mérito sobretudo dos bons vocais de Caleb Followill. Ele acabou de ter o segundo filho e vem levando uma vida sem os problemas com bebidas alcoólicas que levaram a banda a fazer várias pausas.

 

 

 

Fonte: G1 Música