21/05/2020

Roger Waters critica David Gilmour

Roger Waters usou suas redes sociais, na terça-feira (19), para fazer algumas reclamações aos fãs sobre seu ex-companheiro de Pink Floyd, David Gilmour.

O baixista, que recentemente reuniu os músicos de sua carreira solo para uma versão de "Mother", um dos clássicos de sua antiga banda, afirmou que Gilmour o baniu do site oficial do Pink Floyd, e que por isso nenhum projeto sobre ele, incluindo o vídeo com a música, constam na página do grupo.

"Acho que um milhão de vocês viu nossa nova versão para 'Mother', o que é adorável, aquece meu coração, preciso dizer isso. Mas também levanta a questão: por que este vídeo não está disponível no site que leva o título de website do Pink Floyd? Bom, a resposta é que não há nada sobre mim naquela página. Eu fui banido do site pelo David Gilmour", disse Waters em vídeo.

O músico acrescenta que o acesso deveria ser igual para todos, já que a página é representa um trabalho criado pelos cinco integrantes que fizeram parte do grupo, incluindo Syd Barrett, Rick Wright e Nick Mason.

"Ele acha que, por eu ter deixado a banda em 1985, ele é dono do Pink Floyd, que ele é o Pink Floyd, e que eu sou irrelevante e deveria ficar com a minha boca calada. Bom, todos nós temos direito a opiniões", continuou.

Roger Waters ainda alfinetou Gilmour, dizendo que o ex-companheiro divulga até mesmo trabalhos relacionados a sua esposa, Polly Samson, mas que os fãs não encontram nada relacionado aos seus projetos nas páginas, como por exemplo, a notícia de que o filme do show "Us + Them" estava disponível digitalmente e que sua turnê de 2020, "This Is Not a Drill", havia sido adiada. "Isso é errado. Nós deveríamos nos revoltar. Ou então mude o nome da banda para Spinal Tap e tudo ficará bem", protestou o músico.

 

Veja o vídeo completo.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Vagalume