07/12/2020

Pedro Pascal sobre 'Mulher Maravilha 1984'

Além de contar com a volta de Gal Gadot e Patty Jenkins ao palco (virtual) do maior evento de cultura pop do mundo, o painel de Mulher-Maravilha 1984 na CCXP Worlds apresentou também um papo com o ator Pedro Pascal, que ficou para responder mais perguntas depois que o resto do elenco se despediu (além de Gadot e Jenkins, também participaram Chris Pine e Kristen Wiig).

Na conversa, o ator de 45 anos contou que foi moldado pelos filmes e pela música dos anos 1980, época em que se passa Mulher-Maravilha 1984. “Passei uma boa parte dos anos 1980 em San Antonio, no Texas, com a minha irmã, e tínhamos TV a cabo e íamos ao cinema e a shows o tempo todo, então eu absorvi como uma esponja muitas das coisas que são lindamente representadas nesse filme. Era uma casa onde a MTV ficava ligada como se fosse uma estação de rádio. E muito da minha imaginação e das minhas esperanças e sonhos foram construídos em torno dos filmes dos anos 1980. É uma era que me moldou. Não sei se isso é bom, mas é basicamente a razão porque sou quem eu sou”, revelou.

Pascal ainda contou sobre a experiência de se juntar a um time que já estava tão entrosado, e o receio de não se encaixar bem ali. “Acho que a coisa mais especial dessa experiência foi quão lindamente eu e Kristen fomos recepcionados nessa família. Estávamos muito nervosos de entrar em algo tão magnificamente construído na primeira vez”, disse, lembrando que quem assistiu ao primeiro filme pôde perceber quanto Gadot, Pine e Jenkins se tornaram próximos. “A química deles era incrível, e criamos muitas expectativas sobre se teríamos a mesma química, se chegaríamos ao mesmo patamar do primeiro filme. Mas Gal, Patty e Chris criaram a experiência mais acolhedora que já tive”.

Sobre seu personagem no filme, Maxwell Lord, Pascal fez mistério, mas disse que ele é diferente do típico vilão: “Tudo nesse filme é surpreendente, desde grandes revelações na trama até detalhes sutis sobre o personagem. Acho que tem muitas coisas inesperadas. Sem revelar muito, ele é excepcionalmente diferente do vilão típico”.

Adiado diversas vezes por causa da pandemia de Covid-19, Mulher-Maravilha 1984 chega aos cinemas brasileiros no dia 17 de dezembro. Nos Estados Unidos, o filme será lançado simultaneamente nos cinemas e na HBO Max em 25 de dezembro.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Omelete