23/11/2017

Polícia prende suspeito de tentar vender objetos de John Lennon

O Ministério Público de Berlim informou, nesta segunda-feira (20), que prendeu em Berlim um homem suspeito de tentar comercializar "valiosos" objetos pessoais que pertenceram a John Lennon.

Os itens, que estavam sob posse da artista Yoko Ono, viúva do ex-Beatle, foram roubados em 2006, em Nova York, nos Estados Unidos.

Em comunicado divulgado pela polícia e pela procuradoria, o porta-voz do Ministério Público de Berlim, Martin Steltner, explicou que os objetos, entre os quais há óculos de Lennon e vários diários escritos pelo músico britânico, foram detectados em Berlim em 2014 e confiscados. A detenção do suspeito, entretando, ainda não havia ocorrido.

O homem, de 58 anos, é investigado por fraude e receptação. Além disso, há um segundo suspeito que se encontra na Turquia e não pode ser detido por enquanto, acrescentou Steltner.

O porta-voz disse ainda que a investigação continua em curso, razão pela qual os objetos confiscados prossegem em poder das autoridades de Berlim.

Fonte: EFE